Comentários

(9)
Francisco Christovão, Advogado
Francisco Christovão
Comentário · há 4 anos
Oligarquias republicanas.

Mas no Brasil a republica foi um verdadeiro leviatã.

Enfim, educação não é a saída de tudo isto. Por exemplo, existe um partido no Brasil que veio com ideais excelentes, como por exemplo:

- Intervenção minima do estado;
- Mitigar o Fundo Partidário.

O partido se forma buscando inovar, entretanto alia a filiação com uma mensalidade (oque seleciona a representatividade), e tenta colocar pessoas instruídas para concorrer mas campanhas (pessoas com curso superior).

Mas vejamos, no Brasil se você cursa um superior, não significa que você está apto a exercer a cidadania de forma plena. Já que poucos cursos superiores, como direito, gestão pública, ciências politicas dão ao "brasileiro" algum senso minimo de política, administração pública e economia.

Infelizmente se você se forma em curso de tecnologia no Brasil, ou mesmo algumas ciências sociais, você continua tendo a mesma consciência política, social e econômica que aquela deplorável que foi entregue para o cidadão no ensino público.

Então, eu creio ser extremamente fantasiosa que educação (genérica) pode levar o cidadão a se conscientizar com política. E até mesmo uma educação especifica pode causar desconforto, como ocorre na Coreia do Norte, onde o povo é alienado; ou mesmo aqui, em que algumas matérias buscam segregar as crianças pela cor de sua pele esquecendo que somos todos seres humanos.

Mas, creio que instrução minima de política e economia e teoria geral do estado nos falta.
Inegável que o brasileiro não tem conhecimento e tampouco distingue e conhece as funções de cargos públicos (vereadores, deputados estaduais e federais, senadores, prefeitos, governadores, presidente da republica), compreende o sistema (ministérios e secretarias (seus comissionados)), economia (inflação e deflação) e até mesmo o minimo de história, patriotismo e civismo.

Mas acredito que conscientizar o brasileiro neste ponto, inculcando que ele faz parte da coletividade, e que cada brasileiro sob a égide de uma bandeira é seu irmão, já seria um inicio para podermos evoluir este país.

Porque para mim não faz sentido uma população ser "obrigada" a votar, se não tem consciência de voto ou de cargo público, tampouco sabe de sua função em sociedade.
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Jaraguá do Sul (SC)

Carregando

Francisco Christovão

Entrar em contato